domingo, 24 de maio de 2020

PROGRAMA ESTILO DE VIDA YOGUI - YAMAS E NYAMAS - PARTE I




     A partir de agora apresentaremos o Programa Estilo de Vida Yogui, lançado pela Bihar School of Yoga, de acordo com a inspiração de Swami Niranjanananda Saraswati. O Programa é uma “Cápsula” com várias técnicas, e você é livre para incorporar um, dois ou mais componentes deste Sadhana (prática) à sua rotina diária. Selecione os componentes que você pode realizar facilmente, se prepare e ajuste com outros compromissos diários. Esta é uma oportunidade rara, aproveite ao máximo o dia para melhorar e ajustar seu estilo de vida. Conecte-se e viva o Yoga de momento a momento.

     As técnicas, por serem extensas, serão postadas por partes. Começaremos pelos YAMAS e NYAMAS:
  • Shaucha e Swasthya, higiene e saúde ;
  • Santocha e Aparigraha, satisfação e necessidades mínimas ;
  • Kshama e Namaskara, perdão e humildade;
  • Danti e Indriya Nigraha, controle do comportamento da mente e dos sentidos;
  • Manahprasad, dádiva da felicidade;
  • Desafio Niranjan
     ATENÇÃO: essa NÃO é uma rotina de Yoga anti-Corona. O objetivo deste Sadhana é melhorar a saúde física, mental e prânica do indivíduo e desenvolver uma imunidade para afastar todas as situações debilitantes futuras.

Veja a explicação dos Yamas e Nyamas nos cartazes.









Hari Om tat Sat

Fonte: biharyoga.net



sábado, 23 de maio de 2020

PROGRAMA ESTILO DE VIDA YOGUI - POR SWAMI NIRANJAN




     A Revista Satyananda Yoga Vidya no Instagram e o Blog Satyananda Yoga Brasil, irá compartilhar o Programa Estilo de Vida Yogui, lançado pela Bihar School of Yoga, seguindo a inspiração de Swami Niranjanananda Saraswati, projetado para esse período de restrito movimento e para realizar mesmo dentro de casa. O Programa é uma “Cápsula" com técnicas de Sanyam (restrição/controle), Yamas (autocontrole, disciplina social), Niyamas (disciplina pessoal/interna), cânticos, Asanas (prática física), Pranayamas (prática de respiração), relaxamento, Japa (repetição de Mantras) e Meditação.

     Hoje, quando passamos mais tempo em nossas casas com famílias ou sozinhos, a pergunta é "o que faço o dia inteiro?" e "Como passo meu tempo construtivamente?" Este período de isolamento social é uma oportunidade de ouro para refletirmos sobre como vivemos, o que queremos na vida e como podemos melhorar a nós mesmos e nossos estilos de vida agora e no futuro. É uma chance de adotar um estilo de vida Yogui espiritual e criar uma boa estrutura para o dia. Isso pode ser alcançado vivendo nossas rotinas diárias normais, com foco em:

* Adquirir boa saúde física para impulsionar o sistema imunológico;
* Bom equilíbrio mental e emocional para manter clareza, felicidade, harmonia, satisfação, positividade e criatividade;
* Desenvolver uma cultura espiritual na vida.

     Será um momento de mudança positiva para todos nós se nos aplicarmos. Se pudermos reconhecer e aceitar nossas falhas, e ver nossas contribuições positivas e solidárias aos problemas que enfrentamos. Nós, como indivíduos, podemos mudar nosso estilo de vida para viver de maneira mais simples e harmoniosa conosco, com nossa família e amigos e com nossa casa - o Planeta Terra. 

     Acompanhe nossa página para receber por partes cada Sadhana e aproveite está oportunidade para descobrir Satyam (verdade), Shivam (consciência) e Sundaram (beleza) na vida!

     Que todos possamos adquirir saúde, harmonia e paz.

Hari Om Tat Sat

Fonte: www.biharyoga.net

sexta-feira, 22 de maio de 2020

MENSAGEM DE SWAMI SATYSANGI


Swami Satyasangananda Saraswati - Swami Satsangi



“Como vivemos no mundo, devemos interagir com os outros o tempo todo. Mas como devemos viver neste mundo? Agora, vivemos como pessoas comuns, experimentando raiva, frustração, tristeza e alegria. Não adianta pedir uma Graça até que possamos mudar a maneira como pensamos e reagimos em nossas interações diárias. Para fazer isso, temos que viver como um especialista em Yoga, um Yogi. Como um Yogi vive no mundo? Ele vive como uma flor de lótus, que nasce na lama, cresce na lama e morre na lama, mas nunca é tocada pela lama, é sempre bonita e pura e dá alegria aos outros. É assim que você tem que viver no mundo, como um Yogi que não é afetado pelas circunstâncias da vida. Somos muito afetados por nossas mudanças de humor, por críticas e elogios, por alegria e tristeza. Nossas mentes estão sempre subindo e descendo, mas a mente deve ser equilibrada em todas as circunstâncias”.

Peethadhishwar Swami Satyasangananda Saraswati

quinta-feira, 21 de maio de 2020

QUE TIPO DE SADHANA VOCÊ DEVE REALIZAR PARA QUE O YOGA SE TORNE INTEGRANTE DA SUA VIDA?




Que tipo de Sadhana (prática) você deve realizar para que o Yoga se torne parte integrante da sua vida?

     O maior obstáculo nessa tentativa é que você acredita que precisa de um tempo para praticar Yoga. De modo nenhum. Para aprender Yoga, sim, mas não para viver como um estilo de vida. Como estilo de vida, ele se torna uma parte regular do seu comportamento, algo em que você nem precisa pensar. Um músico ouve música batendo com um prego na parede. Alguém que seja proficiente em um assunto o trará em todas as experiências de sua vida. Lentamente, ao praticar esses Yogas, pequenas mudanças começam a surgir na sua vida, o que acabará por levar a uma mudança no seu estilo de vida. Então, você começará a viver Yoga como um estilo de vida.

     Quando você vai para a escola, estuda e passa nos exames, seu estilo de vida muda. À medida que você cresce, seus pensamentos, intelecto e ponto de vista mudam. Isso é chamado de maturidade. Você diz que a pessoa se tornou um adulto. É o mesmo com o Yoga.

     Quando você executa suas ações com paciência e resistência, e seu comportamento reflete essas qualidades, então você é chamado de Karma Yogi. Da mesma forma, quando você usa seu bom senso e é prático na vida, torna-se um Jnana Yogi. Quando você não se deixa levar por suas emoções, então você é chamado de Bhakti Yogi. Isso é Yoga Sadhana. É assim que o Yoga deve ser experimentado na vida.

Hari Om Tat Sat.


Fonte: biharyoga.net

terça-feira, 19 de maio de 2020

YOGA

 

     A palavra Yoga se origina da raiz sânscrita Yuj, que significa ligar, unir-se ou integrar-se.

  O Yoga é um sistema cientificamente estruturado que utiliza diferentes técnicas e métodos para permitir ao praticante harmonizar e integrar as expressões da cabeça, coração e mãos, do intelecto, emoções e ações da vida.

   É uma ciência que evoluiu em diferentes civilizações do subcontinente indiano durante um período de vários milhares de anos. É o resultado do estudo e insight da natureza interior humana. Reconhece a necessidade de afinar o corpo, a mente, as emoções e o espírito, a fim de permitir que se mude do estado limitado de ser condicionado para a experiência de expansividade e harmonia.

   Fornece ferramentas para o praticante viver em harmonia e paz consigo mesmo e com o meio ambiente, viver uma vida harmoniosa na qual se possa expressar todo o seu potencial, criatividade e positividade.

Hari Om Tat Sat

Fonte:yogawiki.org - Bihar Yoga Wiki

domingo, 17 de maio de 2020

REVISTA SATYANANDA YOGA VIDYA NO INSTAGRAM



     A Revista Satyananda Yoga Vidya - Sabedoria e princípios do Yoga, está agora no INSTAGRAN, com textos, mensagens e dicas referente ao Yoga. Esta revista é compilado e publicado pelo Satyananda Yoga Center, sediado em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Este é o fruto de Seva Yoga, e tem como objetivo tornar acessível, a todos as pessoas que buscam uma vida saudável, feliz e plena, a sabedoria e os princípios do Yoga, transmitidos pelo sistema internacionalmente conhecido como Satyananda Yoga/Bihar Yoga, além de conter informações sobre as atividades da Bihar School of Yoga, Sivananda Math, Bihar Yoga Bharati, Satyananda Yoga Center e organizações afiliadas.  

     Os textos que compõem o Satyananda Yoga Vidya são traduções autorizadas extraídas da revista Yoga Magazine, de publicações de organizações afiliadas e de pessoas associadas ao Satyananda Yoga/Bihar Yoga. Estas publicações abordam os aspectos históricos, filosóficos, teóricos e práticos do Yoga, além de educar e ensinar a partir dos elementos essenciais desta ciência milenar de extrema importância para a sociedade. Seu conteúdo busca refletir sobre a filosofia e a técnica do sistema de Yoga elaborado por Swami Satyananda Saraswati, o fundador da Bihar School of Yoga, Munguer, Bihar, Índia. Esses ensinamentos são baseados na experiência acumulada por muitos séculos de vários mestres e nos modernos estudos científicos desenvolvidos na Bihar Yoga Bharati, Munguer, Bihar, Índia, a primeira Universidade de Yoga no mundo reconhecida por um governo. 

     O objetivo da página no Instagram é continuar a divulgar mensagens dos mestres da tradição de Satyananda Yoga/Bihar Yoga. Todas as postagens estarão disponíveis aqui no Blog do Satyananda Yoga Brasil.

     Para mais informações sobre o sistema Satyananda Yoga/Bihar Yoga no Brasil, entre em contato com o Satyananda Yoga Center, contato (31) 3296-2869, ou no site, www.satyanandayoga.com.br .



Siga-nos no Instragram e acompanhe nosso trabalho ! 
@revistasatyananayogavidya

Hari Om Tat Sat

domingo, 19 de abril de 2020

SERVIR, AMAR, DOAR - O YOGA DO SÉCULO XXI


Swami Satsangi no Satyananda Yoga Center-Belo Horizonte-MG-Brasil, em visita ao Brasil em 2011.

Servir, Amar, Doar - O Yoga do século XXI.

Peethadhishwari* Swami Satyasangananda Saraswati**
Rikhiapeeth, 11 de abril de 2020.


Onde quer que eu vá hoje, vejo pessoas servindo, doando e amando. São médicos, equipes médicas, polícia, voluntários, assistentes sociais, empresas, meios de comunicação, governo e até mesmo o público em geral. Todos estão se unindo para apoiar e ajudar aqueles que estão em perigo.

Bem diante dos meus olhos nasce um poderoso exército mundial, que não acumula munições e armas para capturar, controlar e destruir nações, pessoas e terras, mas usa munição de serviço, amor e doação altruísta para capturar e destruir o inimigo invisível à espreita em todos os continentes.

Neste esforço universal de servir, amar e doar, mais do que nunca atualmente testemunhamos a verdade védica "Vasudhaiva Kutumbakam", o mundo inteiro é uma família do Divino.

Hoje, o espírito universal coletivo da humanidade desperta lentamente, mas certo de que somos essencialmente UM. Estamos percebendo que quando se trata da dura verdade de quão frágil é a vida humana, todas as diferenças desaparecem. É necessária uma epidemia dessa proporção para mostrar-nos que existem forças além do nosso controle e que não distinguem entre nacionalidade, religião, casta, credo, gênero ou status.

Morte e doença atingem todos. Um vírus ou bactéria não tem afinidade especial por ricos ou pobres. Pode atingir independentemente qualquer pessoa a qualquer momento. Isso torna cada homem, mulher e criança, cada um de nós muito, muito vulnerável. A vulnerabilidade leva à insegurança, a insegurança leva ao medo e o medo anula completamente as vibrações alegres, harmoniosas e pacíficas do cérebro. Logo o desespero subjacente se torna o problema e não o vírus.

Swami Satyananda me disse uma vez que se o mundo moderno não adotar o Yoga, entrará em depressão civilizacional. Eu percebo hoje o que ele quis dizer com isso. Desespero, desânimo, decepção levam à depressão. Muitos de nós comparamos o Yoga a Asanas ou exercícios, Pranayama ou respiração correta, relaxamento e meditação. Tudo isso é necessário e importantíssimo para harmonizar, regular e equilibrar nossas energias.

No entanto, depois de revelar todas essas práticas em detalhe de forma simples e científica, inspirar milhões em todo o mundo, em cada continente a levar um estilo de vida Yogue, foi aqui em Rikhia que ele revelou e inspirou milhões a levar uma vida divina. Ele disse que Servir, Amar e Doar é o Yoga do século XXI! Esse é o mandato que ele deu a Rikhiapeeth (Ashram da tradição de Satyananda Yoga). Foi a inspiração de seu Guru (guia espiritual), Swami Sivananda, que disse a mais de cem anos atrás: “Servir, amar, purificar, meditar, perceber, ser bom, fazer o bem, ser gentil, ser compassivo”.

De fato, que declaração visionária ou Sutra (aforismo sagrado) ele nos deu. Viver uma Vida Divina é realizar a unidade ininterrupta e eterna da criação. A matemática védica que Sri Swamiji me ensinou foi que Um mais Um é igual a Um, diferentemente da matemática moderna, que nos faz acreditar que um mais um é igual a dois. O conceito védico leva à unidade e o outro se divide. União é força, divisão nos torna fracos. Temos que decidir se queremos ser fortes ou fracos. Swamiji nos mostrou o caminho e agora depende de nós.

Talvez não tenhamos entendido antes, foi necessária uma catástrofe desta proporção para nos fazer refletir sobre a verdade inabalável de que todos nós estamos interconectados e interdependentes um do outro, bem como tudo na criação. Minha saúde e bem-estar dependem da sua e, claramente, temos que começar a cuidar um do outro.

Os sinais que vejo ao meu redor da humanidade se erguer para servir, amar e doar me fazem entender e apreciar profundamente esse conceito cujas sementes Swami Satyananda plantou aqui em Rikhiapeeth, seu Tapobhumi (local de práticas intensas) há mais de trinta anos. Em Rikhia, praticamos esse Yoga todos os dias, a cada segundo e momento de nossas vidas. Nosso dia começa e termina com as atividades de Servir, Amar e Doar. Não precisamos de uma epidemia para perceber que a dor do outro é a nossa, mesmo que ele não esteja relacionado a nós de alguma maneira, que não receberemos nada em troca, talvez nem mesmo um agradecimento. Como alguém pode dormir profundamente quando até uma criança vai para a cama com fome? Swami Satyananda disse: "Quanto tempo você viverá no frescor do seu ar condicionado quando houver um fogo queimando lá fora".

Mais do que qualquer outra coisa que retiramos dessa chamada de despertar mundial, é a necessidade de refletir e introverter nossas vidas. Temos que estabelecer referências sobre o que é significativo para a vida. Se não há vida, de que serve os milhões e trilhões que desejamos o tempo todo. Poderia ser a benevolente Mãe Natureza nos guiando sobre como viver uma vida mais saudável e feliz e, assim, moldar um mundo melhor. O futuro será determinado pelas ações que tomamos hoje, vamos nos unir, praticar o Yoga do século XXI, Servir Amor, Dar, Purificar, Meditar, Realizar.


* Peetha significa um local de aprendizado elevado e Ishwari significa Divindade que preside este local, de maneira que Peethadishwari é aquele que dirige um local de aprendizado elevado.
** Swami Satyasangananda Saraswati, popularmente conhecida como Swami Satsangi, é guia espiritual e dirige Rikhiapeeth,  Ashram da tradição de Satyananda Yoga, em Rikya/Índia. Autora de vários livros sobre Yoga, Tantra e Espiritualidade, dedica sua vida a implementar os três preceitos do Yoga de servir, amar e doar na comunidade de Rikhia, que é considerado um dos lugares mais pobres da Índia.

Sri Swami Satyananda Saraswati e Swami Sartsangi.
Foto: BSY.


Hari Om Tat Sat

terça-feira, 7 de abril de 2020

COMO CONECTAR NOSSA MENTE?


Como conectar nossas mentes?

Swami Aghorananda Saraswati, do Satyananda Yoga Center-BH-MG-Brasil, responde essa pergunta explicando a importância de ter um Sadhana, a consolidação de um ritmo na nossa vida diária para podermos atravessar positivamente esse momento de isolamento social. 


Hari Om Tat Sat

domingo, 5 de abril de 2020

COMO CONECTAR NOSSOS CORAÇÕES?


Como conectar nossos corações?

Swami Aghorananda Saraswati responde essa pergunta de forma clara, propõe uma reflexão para sairmos de nossa individualidade para realmente começarmos a pensar no outro e passarmos esse momento de crise com a ajuda do Yoga.



Hari Om Tat Sat

quinta-feira, 5 de março de 2020

RETIRO YOGA ECOLOGIA 2020



Retiro: Yoga Ecologia 2020
Anna é Prana : O Alimento é Energia Vital

Qual é a importância deste retiro?
O caminho do Yoga Ecologia significa nosso relacionamento com todos os seus ecossistemas. 

Yoga Ecologia contempla antigas práticas e conceitos védicos e Yogis no entendimento de que há uma conexão entre o ambiente interno do homem, traduzido pela sua mente e suas emoções, com o ambiente externo. 

Estes ensinamentos foram trazidos para os tempos atuais por Swami Satyananda Saraswati.

Este retiro propõe uma conexão com o Alimento como fonte de Energia Vital e seu papel na  reservação dos recursos da natureza. 

Na perspectiva do Yoga Ecologia o alimento pode nos fazer conscientes da nossa relação
com o universo, a terra e todos os seres viventes

PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira /03 de abril

17:00 Chegada e Acomodação
18:30 Jantar
19:30 Sessão 1- Introdução ao tema Yoga Ecologia
21:00 Recolhimento

Sábado / 04 de abril

6:30 Aula prática de Yoga APMB
8:00 Café da Manhã
9:00 Karma Yoga (Ação meditativa)
10:00 Sessão 2 - Yoga Ecologia
12:30 Yoga Nidra
13:00 Almoço
15:00 Interação com a Natureza
16:00 Sessão 3 - Yoga Ecologia
18:00 Havan com Maha Mrityunjaya Mantra (rito de cura)
19:00 Jantar
20:00 Kirtan (cantos meditativos)
21:00 Recolhimento

Domingo / 5 de abril

6:00 Aula Prática de Yoga APMB
7:30 Café da manhã
8:30 Karma Yoga (Ação meditativa)
9:30 Interação com a Natureza
11:00 Sessão 4 - Yoga Ecologia
12:30 Yoga Nidra
13:00 Almoço
14:00 Sat Sanga - Perguntas & Respostas
15:00 Encerramento

CONDUÇÃO DO RETIRO
Representantes da Bihar School of Yoga – Índia

A Bihar School of Yoga foi fundada em 1964 por Paramahamsa Satyananda Saraswati com o propósito de solidificar e expandir o Yoga clássico. Seus preceitos filosóficos alinham-se com as compreensões da ciência moderna. Essa escola tem produzido, desde a sua fundação, uma vasta quantidade de livros, revistas e materiais audiovisuais que visam espargir o Yoga guardando seus aspectos tradicionais. Dentre as várias áreas de atuação da Bihar School of Yoga e os distintos departamentos que congregam essa escola, podemos destacar sua atuação com a dimensão do Yoga Ecologia, em que são estudadas, pesquisadas e experimentadas práticas que visam equilibrar nosso ambiente interno e o ambiente externo. Sob a coordenação de Swami Niranjanananda Saraswati, a Bihar School of Yoga recebeu em 2019 o reconhecimento do governo indiano pela sua história de preservação e disseminação do Yoga, nacional e internacionalmente.

LOCAL
Casa do Guru – Serra da Moeda - Minas Gerais www.casadoguru.com.br

A Casa do Guru é um espaço para retiros com estrutura que proporciona aos participantes conforto e ao mesmo tempo a simplicidade. Os quartos são coletivos e as refeições são vegetarianas com princípios do Ayurveda, predominando alimentos puros (sem agrotóxicos).

INCRIÇÕES PARA O RETIRO
Até dia 20 de março ou enquanto houver vagas.

Podem ser feitas de segunda a sexta na sede do Satyananda Yoga Center (Belo Horizonte www.satyanandayoga.com.br), no período de 14:30 às 19:00 ou em outro horário previamente agendado por telefone.

Ou por depósito bancário:
Banco Itau
Ag. 3056 c/c: 17422-4
Luciana Santos Ramos 
CPF: 762.375.756-34

Ao fazer o depósito nos mande seu comprovante para reservarmos sua vaga. Lembramos que temos vagas limitadas.

VALOR DO RETIRO

R$ 700,00
Valor Social: 400,00 Para jovens com restrição financeira.
Neste valor está incluso: alimentação, hospedagem, vivências práticas e teóricas.

TRANSPORTE

Os participantes são responsáveis pelo transporte até a Casa do Guru. Temos como apoio as seguintes opções:
  • Às vezes algum participante de BH pode dar carona ou
  • Carro próprio: Acessar o mapa no site www.casadoguru.com.br
  • Ônibus - via rodoviária: Favor checar os horários no site da Saritur. Nos informe com antecedência seu horário de chegada, que providenciamos um carro para buscá-lo no ponto da estrada chamado de Pedra Vermelha.


O QUE LEVAR
  • Roupas confortáveis para prática de Yoga.
  • Tênis para caminhada.
  • Seu tapete de prática.
  • Lanterna.
  • Despertador.
  • Guarda chuva (para época de chuva).
  • Uma manta leve (para Yoga Nidra).
  • Toalha de banho.
  • Roupa de cama (Oferecemos 1 cobertor. Caso vc sinta muito frio, aconselhamos trazer mais 1 cobertor).
  • Copo pessoal.
  • Roupa de banho.


POLÍTICA DE CANCELAMENTO DA PARTICIPAÇÃO

No caso de desistência até 7 dias antes do início do evento/ retiro: Não será restituído o valor referente ao pagamento efetuado.

No caso de desistência até 15 dias antes do início do evento/retiro: será restituído 30% do valor do investimento.

No caso de desistência até 30 dias antes do início do evento/retiro: será restituído 60% do valor do investimento.

Independentemente do prazo, o investimento pode ser repassado para terceiros no evento em questão.

Para informações complementares entre em contato:
WhatsApp - 31-98581-2869
e-mail - bihar@satyanandayoga.com.br 
Tel. - 31 - 3296-2869


Hari Om Tat Sat

domingo, 16 de fevereiro de 2020

JANANI TOUR 2019 - AMÉRICA DO SUL


Swami  Prembhava e Swami Aghorananda - Casa do Guru-Brasil.
Foto: Yoga Magazine.

Janani Tour 2019 - América do Sul
Swami Prembhava Saraswati

É uma bela manhã na Casa de Guru, do Satyananda Yoga Center no Brasil. O sol está brilhando, centenas de pássaros estão cantando suas diferentes canções e pequenas andorinhas voam pela casa mergulhando e eu mergulho sorrindo maravilhada com a agilidade e velocidade deles. As árvores brilham com muitos tons de verde à luz do sol da manhã e o vento suave sussurra por meio das folhas cintilantes. Sento-me aqui, observo Prakriti (poder que move tudo nessa terra, energia criativa) em toda a sua beleza e esplendor e me sinto abençoada além das palavras por ter essas experiências gloriosas em minha vida. Tudo é guiado pela graça do Guru (aquele que desfaz a escuridão) e sem ele, nada disso é possível. Estou refletindo sobre o último mês e minhas experiências e impressões. . .

Colômbia

Foto: Yoga Magazine.
O Janani Tour 2019 começou na Colômbia. Swami Satyananda e Swami Niranjan sempre chamaram a Colômbia de seu segundo lar e eu entendo o porquê. As pessoas abrem seus corações e lares e cuidam de nós como família. Tenho muitas mães na Colômbia, que me alimentam e me nutrem em todos os níveis, físico, emocional e espiritual. Eu tenho irmãos que me levam em aventuras. Desta vez fomos ao Iguaque, um lago sagrado que acredita-se ser o local de nascimento da humanidade pelo povo Muisca. Foi uma escalada nas montanhas que me levou aos meus limites, mas me fez doer a barriga com gargalhadas de contentamento. 

Juntos exploramos Prakriti em toda a sua beleza, florestas, rios, flora e fauna das montanhas. Esses lugares sagrados são protegidos e nutridos pelos povos indígenas da terra, cuja influência felizmente tem poder sobre nossa moderna sociedade materialista. Nesses lugares sagrados e divinos, vivenciamos a felicidade. A felicidade é espontânea e natural, nós a vivenciamos simplesmente elevando-a na vitalidade, beleza e Prana (energia vital) de Prakriti-Janani, a mãe de todos nós.

Em todo o mundo esses ambientes naturais estão ameaçados por empresas cujas vidas são inspiradas por ganhos financeiros e econômicos. Como indivíduos, devemos fazer o possível para proteger e nutrir esses ambientes, assim como fazemos com nossas próprias famílias, nosso ouro e dinheiro. Esses lugares sagrados e naturais são essenciais para os seres humanos, precisamos deles não apenas para o ar puro, a água e a biodiversidade que eles fornecem, mas também precisamos deles para viver uma vida feliz e inspiradora. Precisamos proteger esses lugares, pois sem eles há pouco significado para nossas vidas Yoguis e espirituais. Devemos isso a nós mesmos e às gerações futuras.

O programa do Yoga Ecologia na Colômbia ocorreu em uma bela cidade chamada Villa De Leyva, a cerca de 150 km da movimentada cidade de Bogotá. Entrar na Villa De Leyva é voltar no tempo para ruas de paralelepípedos, pequenas vilas com buganvílias que crescem coloridas nos terraços, cheiro de café, doces e uma mistura criativa da vida antiga e moderna.

Esse seminário foi dedicado a livro Janani 2 - Food is Prana. Foi guiado pela graça de Ma Annapurna (deusa do alimento e da nutrição na cultura indiana), juntos, desfrutamos de comidas saudáveis e deliciosas, cozinhamos Khicheri (prato indiano com lentilha) e experimentamos uma temperatura agradável, embora a meteorologia indicasse o contrário.

Vocalizamos Mantras (som ou vibração que libera e eleva a mente) cantamos Kirtan (canto de Mantras realizado de forma extrovertida), dançamos de alegria, limpamos os jardins, rimos com idosos e crianças e, por dois dias, experimentamos uma vida especial de Yoga e ecologia.

Foto: Yoga Magazine.

Foi um fim de semana de reconexão e compromisso com a vida natural do Yoga e a maioria das pessoas percebeu o efeito e a importância de passar um tempo na natureza, longe da vida urbana agitada e poluída.

Os discípulos da primeira geração de Swami Satyananda que estão lá desde o início da missão Yogue, se uniram e conectaram com a nova geração do segundo capítulo do Yoga, em um espírito alegre e inspirador do Yoga e no amor ao Guru.

Junto com o seminário de fim de semana, tivemos programas de Kirtan na Academia de 
Yoga Satyananda, em Bogotá, e as pessoas da cidade vieram cantar e recarregar as baterias. Uma coisa que percebi na América do Sul, é a certeza que sempre terá uma energia alta, alegria e um Kirtan feliz.

Argentina

Esta foi a minha primeira vez na Argentina e, quando partimos do aeroporto de Buenos Aires, fui atingida por uma sensação de sofrimento e dor. As ruas estavam cheias de plástico e lixo, e os edifícios estavam cobertos de pichações que contavam a história de uma nação em crise. A energia psíquica da dor se infiltrou em minha mente e coração.

Realizamos Kirtan naquela noite no centro de Yoga, a sala estava cheia de rostos sorridentes e calorosos (principalmente as mulheres) e senti a cordialidade das pessoas em meio à dor que percebi na cidade.

Foto: Yoga Magazine.

O seminário de fim de semana aconteceu em um local próximo de Buenos Aires. A temperatura estava fria no fim de semana, mas o sol brilhava a maior parte do tempo mantendo o frio sob controle. Os argentinos mantiveram um comportamento distante em relação a mim, como passar um fim de semana com um irmão bravo que vigia sua irmãzinha, mas não discute nem faz escândalos. O seminário correu bem e realizamos Ashwattha Aradhana, Jyoti Aradhana e Havan (rituais Hindus em reverência a natureza). Os argentinos amam Kirtan e parecia que era o bálsamo calmante de que mais necessitavam, para afastá-los das dificuldades da vida cotidiana.

Uruguai

O Uruguai é um país pequeno, com uma população de três milhões, mas o amor e o apoio que senti de seu povo foram imensos. Fui recebida no aeroporto com flores e um carinho instantâneo, como conhecer velhos amigos e familiares. Os uruguaios são caloroso, de grande coração e mente aberta. O movimento do Yoga é forte para um país pequeno e o seminário atraiu mais de cem pessoas. Esse seminário de Janani foi o maior da América do Sul.

O seminário de fim de semana foi realizado no litoral, em um local chamado Piriópolis, aproximadamente duas horas de carro de Montevidéu. É uma bela cidade, com uma curiosa história e arquitetura, algumas casas tinham telhados de palha e eram cercadas por moradias mais modernas. Nosso hotel ficava em uma colina com vista tanto para o mar como para a cidade, o pôr do sol era incrivelmente inspirador e bonito.

Muito sutil, porém significativos toques, foram dados pelos organizadores durante o seminário. Cartões de identificação feitos de papel vegetal, origami feito em casa, corações de amor contendo os Mantras para comer e plantas medicinais sagradas oferecido como Prasad (presente, oferenda) para cada participante. Estes pequenos esforços dos organizadores demonstraram cuidado, atenção e sensibilidade das pessoas.

Foto: Yoga Magazine.
O cardápio para o fim de semana foi elaborado e preparado pelos Sevaks (pessoas que praticam Seva, serviço) do grupo. De acordo com o tema “Alimento é Prana”, todas as refeições eram saudáveis, nutritivas e saborosas. Nós, juntos cozinhamos Khicheri, cantamos Kirtan e vocalizamos Mantras na cozinha enquanto preparávamos os alimentos, em um ambiente feliz que refletia positivamente essa vibração na comida.

As bênçãos de Ma Annapurna permearam a comida com amor e nos nutriram em todos os níveis. Preparar e cozinhar os alimentos são tão importantes quanto os ingredientes. Se cozinharmos comida com amor e carinho, a comida refletirá isso. Nossas dietas na vida moderna perderam esses valores e comemos fast-food e comida para viagem, com vibrações desconhecidas para nós. Isso pode levar a muitos problemas físicos e mentais.

Realizamos o Havan (ritual do fogo) com o Mahamritunjaya Mantra (Mantra de cura e proteção) no piquete para cavalos longe dos olhos dos vizinhos curiosos. Nos acomodar entre árvores, gramas e rochas foi uma aventura, mas a noite estava viva e a energia do Havan era forte.

No último dia, a temperatura estava boa, o céu azul radiante e o oceano refletia uma beleza serena e calma, como se a própria Prakriti demonstrasse amor e gratidão ao pequeno grupo de pessoas que faziam um trabalho positivo e benéfico para elas. As crianças cantaram Kirtan mais doce com confiança e alegria, e os adultos dançaram de felicidade. Foi um daqueles momentos da vida em que você sente que 'as coisas não podem ficar muito melhores do que isso!'

Ficamos felizes simplesmente porque somos felizes. Isto mostra como alguns dias longe da cidade, compartilhando inspiração, práticas de Yoga, Havan, Mantra, Kirtan, boa alimentação, boa noite de sono, em um ambiente natural nos conduz a uma vida simples e feliz. É tão simples e isso é a vida do Yoga. Não precisamos de muito para sermos felizes, mas passamos a vida buscando a felicidade de maneiras tão complicadas que perdemos o objetivo. Viver o Yoga momento a momento é apreciar a beleza simples que a natureza tem para nos oferecer em todas as áreas da nossa vida. Como é fácil de esquecer nosso direito inato de felicidade

O Poornahoti (oferenda final em um ritual) de Prakriti e o encerramento do fim de semana com o pôr do sol Geru (cor vermelho-marrom) foram incríveis, uma bela mostra de cores criada pela divina Shakti (energia primária). A visão e a graça do nosso Guru inspirou a todos. Sua graça abençoou a todos e encheu todos de amor e inspiração. Estou certa que este fim de semana transformou a vida de muitos, como senti que transformou a minha.

Brasil

Agora, de volta ao ponto em que comecei esta história. . . no Brasil. O sol está se pondo atrás das montanhas e um frio enche o ar. A Casa do Guru é uma oferta ao Guru dos discípulos no Brasil. É um lugar do Guru, Yoga Sadhana e estilo de vida. O fim de semana atraiu jovens e idosos, mas, diferentemente dos outros locais onde tivemos que criar um ambiente e uma rotina de Yogui, esse lugar já estava preparado para o Yoga e estilo de vida Yogui, então começamos com muita energia e inspiração.

O fim de semana começou com Kirtan e Hanuman Chalisa (Mantra/Hino com 40 versos, para Hanuman, personagem mitológico Hindu, que simboliza força e devoção, personagem do poema épico indiano, o Ramayama). Os brasileiros desfrutaram da alegria do Kirtan e do Mantra, crianças e adultos dançaram com espontaneidade e felicidade. Foi um lindo fim de semana de vivências do Yoga em um ambiente naturalmente propício, perfeito para as práticas do Yoga ecologia e as árvores sorriram e conectaram as pessoas por meio do Ashwattha Aradhana. As pequenas chamas dos Deepaks (candeias alimentadas com Ghee, manteiga) brilhavam na noite e parecia que os Devatas (divindade mítica) das árvores sorriam de felicidade.

Realizamos na noite de sábado, no jardim, o  Havan com Mahamritunjaya Mantra. Os raios da lua cheia foram filtrados pelas árvores, banhando-nos em uma luz dourada, criando uma sensação muito especial de estar com Prakriti, com a Mãe Natureza. O Havan de cura, Mantras e Kirtan foram oferecidos à Mãe Terra para ajudá-la a gerenciar o estresse da espécie humana e seus efeitos devastadores em seus ecossistemas e outros espécies. Os Mantras ecoaram pelo vale e nenhum outro som foi ouvido.

As pessoas receberam um Havan Kund de argila (pequeno recipiente para realizar o Havan) como Prasad e, juntos, aprenderam um Havan diário individual para cura do indivíduo e do planeta. Esses pequenos Sadhanas diários projetados por Swami Niranjan oferecem às pessoas uma maneira de se conectarem à natureza, a sua própria maneira, curam a si mesmas e ao meio ambiente ao seu redor. Eles fornecem às pessoas ferramentas para fazer a sua parte pelo planeta e viver o Yoga de maneira construtiva e criativa. Por meio do poder de Agni (fogo), as pessoas se conectam ao divino dentro de si e no ambiente ao seu redor. Estes são os Sadhanas do Yoga Ecologia, para pessoas que se preocupam em conectar com a Mãe Natureza e desejam nutri-la, seja na cidade, nas aldeias ou nas fazendas.

O Brasil é um país vasto e bonito, com uma grande variedade de ecossistemas especiais e naturais. Exploramos os rios e cachoeiras locais e fiquei muito feliz em saber que ainda existem rios na Terra onde se pode beber água limpa e fresca cheia de Prana e vitalidade diretamente dos rios. Eu rezo para que o povo brasileiro tenha força para proteger essas vias navegáveis ​​puras. Precisamos deles para a vida na terra.

Foto: Yoga Magazine.

Estou orgulha por ter conhecido tantas pessoas maravilhosas na minha turnê sul-americana de Janani. A tradição Satyananda Yoga em todo o mundo mantém sua pureza, tradição e força por meio de pessoas corajosas que estão determinadas a não serem contaminadas pelo impulso material e comercial que envenenou o Yoga. Não é uma tarefa fácil, mas estão fazendo o melhor que podem com seriedade, sinceridade e comprometimento, conforme o mandato de seu guru Swami Niranjan. A eles ofereço meu amor e respeito, e almejo poder voltar à América do Sul repetidas vezes para me inspirar no trabalho e dedicação destas pessoas, e espero que, por meio dos seminários Janani, todos os participantes sejam inspirados a viverem o Yoga, conectarem à Mãe Natureza e protegê-la.

Fonte: 
Yoga Magazine, Bihar School of Yoga, November 2019, Year 8, Issue 11.

Hari Om Tat Sat


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...