quinta-feira, 26 de julho de 2018

QUAL A NECESSIDADE DO GURU?


Swami Satyasangananda Saraswati

Por Swami Satyasangananda Saraswati.
Peethadhishwari (guia espiritual) de Rikhiapeeth Ashram.

     Nas escrituras, há ênfase repetida no fato de que não se pode progredir na vida espiritual sem a orientação de um Guru. De todos os pontos de vista, isso parece ser uma afirmação lógica. Sem a ajuda de um professor não podemos aprender ciência, história, geografia, matemática, arte ou arquitetura. Da mesma forma, para o conhecimento espiritual, devemos aceitar um Guru.

     Muitas pessoas argumentam que um Guru não é necessário, que o verdadeiro Guru está dentro de nós. Isso é verdade. Mas quantos de nós podemos alegar ouvi-lo, entendê-lo ou seguir suas instruções? Na verdade até duvidamos de sua existência. Nossos conceitos mentais são limitados e grosseiros. A mente é um tumulto de paixões, desejos e ambições turbulentas. Em meio a toda essa comoção, como é possível ouvir a voz do seu Guru, que é a voz do silêncio? É tão fútil quanto manter uma conversa com uma pessoa que tem dificuldade de ouvir em uma sala onde uma banda está tocando no volume máximo. Para que essa pessoa entenda qualquer parte do que você está dizendo, a música deve estar desligada.

     Da mesma forma temos que desligar o tumulto em nossas mentes, se quisermos compreender o som do silêncio que pertence ao nosso Guru interior. É possível fazer isso quando não entendemos os padrões de nossa mente? Não sabemos porque sentimos ódio, amor, ciúmes, raiva e paixão. Então, como vamos eliminá-los e parar o barulho terrível que está acontecendo dentro de nós vinte e quatro horas por dia? De fato, quanto mais tentamos suprimi-lo, mais alto se torna.

     Com o intuito de parar com essa turbulência interna precisamos de um Guru. Foi ele quem dominou as leis que governam a mente, o corpo e o espírito. Somente ele pode mostrar o caminho para transformar os padrões negativos da mente que estão entre nós e o Guru interno. É ele quem manifesta nosso Guru interno como parte de nossa personalidade. O Guru vivo que nos leva para dentro. Ele serve como um detonador para explodir a grande potência adormecida dentro de nós. Quando isso é feito e somos capazes de conectar com o eu interior à vontade, então podemos dizer que não precisamos de um Guru; mas não até então.

     Parece que aqueles que rejeitam a necessidade de um Guru o fazem por causa de certos percalços em suas vidas pessoais. Embora possa compreender o ceticismo à luz de suas experiências, não se pode aceitar que sua negação total não tenha sido feliz por experimentar positivamente essa relação, não é justificativa para sua rejeição absoluta. Um estudo cuidadoso das vidas e histórias de pessoas que rejeitaram o conceito de Guru mostrará que isso é verdade.

     É um grande erro desviar as pessoas por causa de suas próprias inseguranças e limitações mentais. Se você tem reações negativas em suas convivências com um Guru, você pode denunciá-lo e remover essa influência de sua vida. Mas, você certamente não pode usar essa experiência como uma condenação universal de todos os Gurus. É semelhante a um homem cujo casamento falhou, que proclama ao mundo que todas as mulheres são más e que o casamento é um desastre. Ele estaria impedindo seriamente a evolução da humanidade.

    Muitas vezes, estranhamente, são as mesmas pessoas que denunciam o Guru e declaram que a relação Guru-discípulo não é condutora do crescimento mental, que, com o tempo busca adquirir o status de Guru. Eles reivindicam iluminação e o poder de transmitir seu conhecimento! Como pode uma pessoa que não foi capaz de cumprir os requisitos de um discípulo se tornar um Guru?

Sw Sivananda, Sri Satyananda, Sw Niranjan, Sw Satysang.   

     Para ser um
Guru, é preciso ser um bom discípulo. É preciso passar pelas dificuldades, dores, provações, insultos e ferimentos que um discípulo encontra. É preciso erradicar o ego e tornar-se tão humilde quanto uma folha de grama que se dobra com o vento. Só então alguém pode florescer como um Guru, não o contrário. Já vimos no passado e nos últimos tempos os perigos que favorecem aqueles que alcançaram o Guruship instantaneamente e não se submeteram à vida disciplinada de um discípulo. Não é apenas no caso de grandes santos que foram iluminados desde o nascimento que sua disciplina não é necessária.

     Guru é a luz guia. Ele pode estar no corpo físico, mas seu espírito sobe alto nos reinos desconhecidos. São as nossas necessidades, não as dele, que o ligam à terra. Seus motivos são altruístas, seus desejos vencidos, não tem objetivos e aspirações. Embora possa parecer a um espectador que ele está muito envolvido e imerso no que está fazendo, para ele tudo é Maya (ilusão). Tem a habilidade especial de ser parte de tudo e ainda assim permanecer fora como testemunha. Ele pode se retirar a qualquer momento.

     O Guru é o cumprimento de sua vida. Ele representa pureza, paz, amor e sabedoria, e assume a responsabilidade de extrair essas qualidades de dentro de você. É somente quando você se esforça para desenvolver essa parte de sua personalidade que o Guru se torna uma necessidade. Todos os outros relacionamentos que você estabelece em sua vida não podem inspirar ou guiá-lo para o alcance desse objetivo. Assim como a inocência e a pureza de uma criança influenciam a ser amorosa, bondosa e gentil, o Guru, através da pureza de seus motivos, o alimenta a crescer interiormente.

     No entanto, alguns de vocês podem não querer conhecer esse eu interior. As experiências da vida podem não ter afetado você profundamente e você pode continuar sua busca por felicidade no mundo externo. Mesmo se for esse o caso, o Guru ainda é uma parte essencial na sua vida.

     Você não pode negar que às vezes sofreu devido à sua incapacidade de lidar com as circunstâncias e crueldades que acontecem em sua vida. Você pode ter uma enorme riqueza, mas sua saúde fraca não permite que você aproveite. Você tem filhos, mas eles são vítimas de drogas, esquizofrenia e insanidade. Você tem um bom trabalho, mas não obtém a satisfação mental que está buscando. Ou talvez o seu negócio não seja estável. Às vezes as influências más e negativas de uma pessoa mal intencionada lançam um malefício em sua família. Seja qual for a maneira como você olha parece uma batalha perdida.


Swami Sivananda sendo ouvido/Rishikesh/Índia.

     O Guru está lá para cuidar de suas dificuldades práticas e espirituais. Ele pode curar sua doença. Sua influência positiva pode eliminar todos os malefícios que estão afetando sua vida. Seus filhos podem não prestar atenção aos seus conselhos, mas eles certamente o ouvirão. Se o seu negócio está em jogo, você pode consultá-lo sobre quaisquer perigos iminentes.

     O Guru não existe no reino dos sentidos. Ele alcançou a visão psíquica e seu conhecimento avançou além das limitações de tempo e espaço. Ele desenvolveu o poder da intuição e, portanto, pode conhecer se
u passado, presente e futuro. Poderes sublimes operam através dele, portanto, a associação com ele, sempre traz bons resultados.

     Seu conselho é preciso e seu julgamento ressoa. Está plenamente ciente dos perigos que podem acontecer com você e, se você procurar conselho, ele pode avisá-lo com antecedência. Mas, para entendê-lo, você deve ser receptivo às suas palavras. Você deve tentar construir um relacionamento duradouro com o Guru, de modo que, quando precisar, ele irá guiá-lo e protegê-lo.

     Independentemente do papel que você desempenha na vida, seja você rico ou pobre, feliz ou infeliz, saudável ou doente, velho ou jovem, quer tenha uma consciência evoluída ou não, o Guru tem algo a lhe ensinar. Ele tem uma mensagem para todos. Mesmo a pessoa que nunca experimentou dificuldades não pode negar que houve momentos de insatisfação, desespero e a sensação de estar em um vácuo. É esse vácuo em nossa vida que o Guru preenche.

Hari Om Tat Sat

sexta-feira, 1 de junho de 2018

4º DIA INTERNACIONAL DO YOGA - 21 DE JUNHO


4º DIA INTERNACIONAL DO YOGA 2018 

Bihar School of Yoga, Munger, apresenta

Yoga para o desenvolvimento
da consciência interna e do potencial.

Na ocasião do 4º Dia Internacional do Yoga oferecemos nossos bons votos a todos os sinceros aspirantes do Yoga. É um dia para honrar o antigo Yoga Vidya, uma ciência da evolução espiritual aperfeiçoada proferida e passada pelos videntes e sábios da humanidade através dos tempos.

A ciência dos Mantras é um componente importante do Yoga, que, de acordo com Swami Niranjanananda Saraswati, “é um presente incomparável dos videntes indianos para o mundo, pois em nenhuma outra cultura você encontrará um sistema tão elaborado de Mantras. Eles são o meio pelo qual, ao entender a conexão da sua vida com a Natureza e a Realidade Suprema, pode-se agir de acordo com a Natureza e fazer-se o esforço para a autoevolução e autorealização.”

Mantra é definido como mananat trayate iti mantrah - como o poder, força ou energia através da qual alguém é capaz de libertar a mente de suas obsessões. Muitas pessoas veem os Mantras como palavras religiosas ou tentam entender o seu significado literal, mas em essência o Mantra é uma vibração sonora, e no Mantra Yoga é preciso se identificar com a vibração o máximo possível. É por essa razão que os Mantras são sempre repetidos, não apenas cantados uma vez. Quando o Mantra é sustentado por um período de tempo, e você merge sua consciência com este sentimento, canto e articulação do Mantra, e começa a se identificar com as vibrações que você está criando enquanto canta o Mantra, então você começa a experimentar o que é chamado consciência meditativa do Mantra, e atingir essa consciência deve ser o objetivo dos sinceros aspirantes do Yoga.”

O programa deste ano foi concebido com este tema em mente. Um esforço consciente e sincero para integrar os Mantras no Yoga Sadhana e no estilo de vida de cada um, que irá transformar o estado da mente e desbloquear o seu potencial adormecido.

Seu programa para o
Dia Internacional do Yoga 2018

Das 6h às 7h30, as pessoas irão se reunir nas coberturas, varandas, pátios e outros espaços abertos de suas casas e centros comunitários para fazerem as seguintes práticas:

1. Kaya Sthairyam com foco em experimentar equilíbrio e harmonia entre o corpo e mente.

Mantra
2. Shanti mantras:
Om saha naavavatu. Saha nau bhunaktu.
Saha veeryam karavaavahai.
Tejasvinaavadheetamastu maa vidvishaavahai.
Om shantih, shantih, shantih.   

3. Mahamrityunjaya Mantra com Sankalpa para a cura, energia, poder, imunidade e força (11 vezes):
Om trayambakam yajamahe sugandhim pustivardhanam.
Urvarukamiva bandhanat mrtyormukshiya mamritat.

4. Gayatri Mantra com Sankalpa para a sabedoria, clareza interna, conhecimento intuitivo e aprendizado (11 vezes):
Om bhurbhuvah svah tatsaviturvarenyam.
Bhargo devasya dhimahi dhiyo yo nah prachodayat.

5. 32 nomes de Durga com Sankalpa para superar dificuldades na vida, experimentar a paz e a harmonia (3 vezes):
Om durga durgartisamani durgapadvinivarini.
Durgamachchhedini durgasadhini durganasini.
Durgatoddharini durganihantri durgamapaha.
Durgamajnanada durga daityalokadavanala.
Durgama durgamaloka durgamatmasvarupini.
Durgamargaprada durgamavidhya durgamasrita.
Durgamajnanasamsthana durgamadhyanabhasini.
Durgamoha durgamaga durgamarthasvarupini.
Durgamasurasamhantri durgamayudhadharini.
Durgamangi durgamata durgamya durgamesvari.
Durgabhima durgabhama durgabha durgadarini.

Asana
6. Tadasana (9 vezes)*
7. Tiryak tadasana (9 vezes)
8. Kati chakrasana (9 vezes)
9. Shavasana**
10. Pada sanchalanasana, estágio 2 (9 vezes)
11. Naukasana (9 vezes)
12. Chakki chalanasana (9 vezes)
13. Vayu nishkasanasana (9 vezes)
14. Vajrasana (with abdominal breath awareness, 1–2 minutes)
15. Marjari asana (9 vezes)
Estes Asanas compreendem uma cápsula curta e fácil de praticar para tonificar todo o sistema digestivo.

Pranayama

16. Sheetali/sheetkari pranayama (10 vezes)
17. Nadi shodhana pranayama 1:1 (10 vezes)
18. Bhramari pranayama (10 vezes)

Yama-Niyama

Por alguns minutos, contemple e desenvolva o Yama de Manahprasad, felicidade, e o Niyama de Japa.

19. Manahprasad: Este Yama foi introduzido no DIY de 2016. Até que ponto você tem conseguido praticá-lo e quais foram os seus efeitos? Observe seus estados mentais nos últimos dias e identifique os momentos em que você foi verdadeiramente feliz. Conecte-se com a energia e a positividade desses momentos e tente se colocar nesse estado agora. Esforce-se para aumentar a duração desse estado todos os dias. Se você ainda estiver em um estado de infelicidade, tente encontrar sua causa subjacente. Identifique a qualidade negativa e limitadora que reflete em si. Em seguida, concentre-se na qualidade positiva e edificante oposta e tente fortalecê-la para tornar-se mais feliz.

20. Japa: Estamos conectados com os sentidos e objetos sensoriais o tempo todo. Japa se torna um método para desconectar a mente por um tempo e se conectar com algo diferente. A conexão entre a sua mente e os objetos sensoriais está quebrada. Nesse intervalo você direciona sua atenção e consciência para descobrir sua natureza interior, e é aí que você encontra a paz. Com este objetivo em mente, pratique o Om entoando por 5 minutos, permanecendo totalmente focado no som do Mantra


Também tome a decisão de praticar o Japa mental do Om ou o Mantra do seu Guru sempre que possível durante o dia.
Pratyahara

21. Ajapa japa (consciência So Ham em passagem frontal, 5 minutos)
22. Yoga nap (Yoga Nidra básico, estágios 3 e 4, 10 minutos)
23. Entoação do Mantra Yogi:
Asato maa sad gamaya
Tamaso maa jyotir gamaya
Mrityor maa amritam gamaya
Sarveshaam svastirbhavatu
Sarveshaam shantirbhavatu
Sarveshaam poornam bhavatu
Sarveshaam mangalam bhavatu
Loka samastaa sukhino bhavantu
Om shantih, shantih, shantih.

Este Mantra final é uma resolução e contém a essência dos ensinamentos Yogis. Ela representa o objetivo pessoal de alcançar harmonia e equilíbrio na própria vida e o objetivo social de alcançar a todos com o seu desejo de bem-estar.
_________________________________

* Nas práticas dinâmicas, a consciência deve ser direcionada para o movimento físico nas primeiras 3 rodadas, respiração e consciência prânica nas próximas 3 rodadas e visualização mental nas últimas 3 rodadas.
** Shavasana pode ser praticado conforme a necessidade do grupo.

Todos os sinceros aspirantes do Yoga são aconselhados a seguir as práticas acima por um ano, e então refletir sobre o seu sucesso e as mudanças experimentadas na qualidade de vida. Esperamos e oramos para que a inspiração do Yoga permaneça com você e, em troca, você seja capaz de ajudar os outros no caminho do Yoga e da vida Yogi.

Hari Om Tat Sat
Swami Sivadhyanam
Coordenador








 Hari Om Tat Sat

segunda-feira, 26 de março de 2018

RITUAL E LEMBRANÇA





Por Swami Niranjanananda Saraswati

As pessoas frequentemente perguntam como manter a regularidade na prática do Mantra Japa. Existem dois aspectos do Mantra. O primeiro aspecto é Sadhana e o segundo aspecto é lembrança.

Até hoje você só pensa no seu Mantra como um Sadhana. Você fica obcecado com o ritual, tem que sentar, segurar seu Mala, fazer um, dois, três ou o que quer que esteja prescrito. Shadana se torna um ritual.

Todas as manhãs você se levanta pensando, ”É isso que eu faço”, todas as noites antes de dormir, ”É o que eu faço”, todos os dias durante o dia. Tudo se tornou um ritual, até o Mantra Japa se tornou um ritual. Quando um Sadhana se torna um ritual, há momentos em que a mente se separará dele. Portanto, no Yoga, duas ideias foram dadas, Sadhana e lembrança.


Swami Niranjanananda
Você recebe um Mantra e lhe é dito para fazer um, dois, três, cinco Malas todos os dias. Você estabeleceu um espaço, uma hora, um local e faz o seu Sadhana. Você faz isso. Então, há momentos em que, devido a circunstâncias, trabalho ou outros compromissos, você perde seu Sadhana, o ritual. Um dia, dois, três, quatro dias, um mês, seis meses, um ano. Às vezes você volta quando há tempo e quando você se lembra: ”Oh! Eu não faço meu Sadhana há meses”. Se você pensa em algo como um Sadhana, um ritual, então a mente pode ser cortada devido às circunstâncias.

Quando você pensa no Mantra não como Sadhana, mas como lembrança, então, mesmo quando está andando, pode repetir um Mantra a cada passo; cinco, sete, quinze, vinte minutos. Se você está andando, repita o seu Mantra e ficará surpreso, pois você estará fazendo cinco Malas enquanto caminha sem perceber que já fez cinco Malas. A cada passo, cem passos, cem Mantras, quinhentos passos, quinhentos Mantras, mil passos, mil Mantras. Desta maneira você estará realmente fazendo mais Mantra Japa do que o que você faria com o seu Sadhana.

No Sadhana você está fazendo dois Malas, você se sente compelido e quer terminar rapidamente. Você está movendo suas contas rapidamente sem foco, atenção ou concentração. Os dez minutos necessários para completar dois Malas você tenta terminar em cinco. Portanto, seu Sadhana não é sincero. O esforço que você está fazendo não é um esforço sincero. Você está tentando fazer a prática rapidamente para que você possa estar livre de sua obrigação. Se você andar quinhentos passos, você poderia fazer em uma caminhada cinco Malas de repetição de Mantras.

Isto é conhecido como lembrança, que é espontânea, simples e não envolve qualquer força ou obrigação. É natural. Se feito como lembrança, todos os dias trará uma nova oportunidade para começar seu Sankalpa de regularidade novamente no Mantra Japa.

- 15 de março de 2015, Ganga Darshan, Munger

Fonte: www.yogamag.net

terça-feira, 20 de março de 2018

FAÇA DO MUNDO UM LUGAR MELHOR


Swami Niranjanananda em Namaskara

Do Yoga Chakra 2: Cultivando o Samskara espiritual. 
Por Swami Niranjanananda Saraswati


Namaskara significa saudação e saudação significa que você se conecta, respeita e honra a outra pessoa.

Você pode reconhecer qualquer pessoa, sorrir e dizer: "Bom dia. Como você está?" Ou você pode ignorá-lo e continuar andando com um rosto mal-humorado. Isso indica que você é humilde ou arrogante. Se você é arrogante, esteja pronto para receber o resultado de sua arrogância, de pessoas que não aceitarão sua arrogância. É assim que os conflitos são criados.

Swami Sivananda, em sua autobiografia, afirmava que como regra em sua vida ele sempre dizia 'Om' a qualquer um que via. Ao caminhar na estrada ele cumprimentava todos com 'Om'. Todo homem, mulher ou animal que ele via na estrada, ele se curvava mentalmente. Essa era a sua consciência e atitude, que expressava humildade e não rigidez ou arrogância. Essa foi a sua inspiração. Não era um conceito intelectual, era uma inspiração que ele vivia. Era uma forma linda de viver.

Apenas sorria para todos, cumprimente, respeite e honre todos. Namaskara é uma indicação de humildade. Quando você pratica Namaskara, a humildade é expressa e a arrogância recua ao fundo. O cumprimento é uma expressão dos sentidos que o conecta com um sentimento e humor. Quando você cumprimenta alguém, quando diz "Hari Om", quando você olha para as pessoas e sorri, você realmente traz felicidade para suas vidas. Se você está com raiva e franzir a testa, você não trará felicidade. Que mal há se você sorrir para alguém? Pode realmente fazer milagres.

Quando você está caminhando na rua e se deparar com uma pessoa estranha, olhe para ele e dê um grande sorriso. Durante o dia, essa pessoa pensará: "Quem será essa pessoa que sorriu para mim esta manhã?" Sempre que essa pessoa lembrar do sorriso, ele se tornará feliz. Talvez no dia seguinte ele sorrirá para outra pessoa. Então, essa terceira pessoa irá sorrir para outra pessoa. Desta forma, com respeito, honra e humildade, o mundo se tornará um lugar melhor.


Fonte: http://www.yogamag.net/

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

FLUIR COMO O RIO GANGA

Swami Niranjananda Saraswati

Por Swami Niranjanananda Saraswati

É preciso simplesmente fluir. Essa é a habilidade que temos que aprender. Moro ao lado do rio Ganga e o vejo fluir todos os dias. Está fluindo não sei por quantos séculos e continuará fluindo não sei por mais quantos séculos.

Há uma lição a aprender do rio e do fluxo do rio. O rio é o único elemento neste planeta que encontra seu próprio caminho sem nenhum esforço. Se o líquido, se a água encontrar um obstáculo, não baterá contra, apenas irá flui ao redor, embaixo, por cima. A água passa pelos obstáculos.

Essa é a lição que eu, Swami Niranjan, aprendi com minha mãe Ganga, e vejo o erro cometido por cada pessoa, porque eles não querem fluir em torno de nada ou sobre qualquer coisa. A maioria das pessoas só querem bater contra à parede sólida que está na frente. Eu vejo isso acontecer dia após dia, com cada vida, com cada indivíduo. Não há ajustes, não há adaptação, não há resiliência na vida.

Esta é a necessidade de todos, fluir com a vida e não confrontar com a vida. É uma lição do rio que podemos aprender.

Hari Om Tat Sat

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

"YOGA AND CARE OF THE SELF IN THE PROMOTION OF HEALTH" - Por Sn Gangadhara Saraswati



Foi publicado na REVISTA YOGA, da Bihar School of Yoga, Munguer/Índia, edição Janeiro de 2018, o artigo de Sn Gangadhara Saraswati, "Yoga and Care of the Self in the Promotion of Health". 

O artigo é referente a uma pesquisa realizada em Belo Horizonte/MG/Brasil, por meio da Universidade Federal de Minas Gerais, no campo da Educação e Saúde, com supervisão da mestra em enfermagem Kênia Lara Silva. A pesquisa reuni testemunhos de praticantes de Yoga, sobre como esta prática tem influenciado positivamente nos aspectos da saúde física, emocional, mental e espiritual.

Sannyasi Gangadhara Saraswati (Alcione Ramos) é professora de Yoga desde 1986. Formou-se em Pedagogia em 1985 e Psicologia em 1994 pela Universidade Federal de Minas Gerais. Concluiu sua Pós Graduação em Psicologia Analítica Junguiana com o Tema: Elementos Junguianos no Yoga Nidra de Swami Satyananda Saraswati.

Sua sólida formação em Yoga se deu na Bihar School of Yoga/Índia, considerada um dos quatro melhores Centros de Yoga escolhido pelo governo Indiano. Foi iniciada em Karma Sannyasi, em 2001, por Swami Niranjanananda Saraswati (Sucessor de Paramahamsa Satyananda Saraswati) e recebeu o nome espiritual de Gangadhara Saraswati.

Dirige  junto com Swami Aghorananda Saraswati o Satyananda Yoga Center, Centro Representante da Bihar School of Yoga no Brasil. É cofundadora da Casa do Guru, espaço rural para vivências multidisciplinares aliadas com Yoga. Coordena e ministra aulas de Yoga, Curso de Yoga Nidra de Swami Satyananda Saraswati, Curso de Formação de Professores de Yoga em Belo Horizonte, Porto Alegre e Rio de Janeiro, Curso de Especialização em Yoga para Crianças e vários Workshops direcionados para a melhoria da saúde. 

É autora do livro "YOGA NIDRA - O SONO CONSCIENTE. Yoga Nidra de Swami Satyananda Saraswati sob o olhar da Psicologia Analítica Junguiana".

Para acessar o texto na íntegra, clique no TEXTO: "Yoga and Care of the Self in the Promotion of Health".

Hari Om Tat Sat

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

AGENDA 1º SEMESTRE SATYANANDA YOGA CENTER


Janeiro
04 –  Volta às aulas.
20 –  Aula Experimental – SYC.
26 –  Maha Mrityunjaya Mantra – SYC.

Fevereiro
02 –  Sat Sanga com Sw. Aghorananda – SYC.
10, 11 e 12 –  Retiro de Carnaval – Casa do Guru.
12 –  Celebração do Maha Shivaratri – Casa do Guru.
23 – Maha Mrityunjaya Mantra – SYC.
24 –  Aula Experimental – SYC.

Março 
03 e 04 – Curso de Formação de Professores de Yoga – Caxias do Sul.
10 – Sadhana da Lua para Mulheres – Casa do Guru.
11 – Encontro de Sannyasis – Casa do Guru.
14 – Início do Ciclo de Meditação com Swami Aghorananda – SYC.
17 – Inicio do Curso de Formação de Professores – Rio de janeiro.
18 – Curso de Especialização em Meditação e Yoga Nidra do Sistema Satyananda Yoga/Bihar School – Índia no Rio de Janeiro.
24  – Festival Sadhana Navaratri – Casa do Guru.
30 –  Maha Mrityunjaya Mantra – Casa do Guru.

Abril
07- Workshop: Yoga e Direitos Humanos – SYC.
14 – Curso de Especialização em Meditação e Yoga Nidra do Sistema Satyananda Yoga/Bihar School – Índia – Rio de Janeiro.
27, 28, 29, 30, 01- Encontro latino americano de Satyananda Yoga – Caxias do Sul.
27 – Vocalização do Maha Mrityunjaya Mantra – SYC.

Maio
05 e 06 – Curso de Formação de Professores de Yoga  – Caxias do Sul.
02, 09, 16, 23 e 30 – Ciclo de Estudos sobre Yoga – Para alunos do SYC.
19 – Curso de Especialização em Meditação e Yoga Nidra do Sistema Satyananda Yoga/Bihar School -Índia – Rio de Janeiro.
25 – Maha Mrityunjaya Mantra.
30 – Término do ciclo de meditação com Swami Aghorananda – SYC.

Junho
13, 20,27 – Curso: Cuidando de Si na Menopausa com Yoga e Princípios do Ayurveda – SYC.
16 – Curso de Especialização em Meditação e Yoga Nidra do Sistema Satyananda Yoga/Bihar School – Índia  – Rio de Janeiro.
29 – Vocalização do Maha Mrityunjaya Mantra.
30 – Tantra de Ganesha – Casa do Guru.

Julho
04 e 11 – Curso: Cuidando de si na menopausa com Yoga e princípios do Ayurveda – SYC.
05 a 08 - Curso de Instrumentalização em Yoga para Criança - Casa do Guru.
07 e 08 – Curso de Formação de Professores de Yoga – Caxias do Sul.
14 – Tantra de Ganesha – Casa do Guru.
21 – Encerramento do Curso de Especialização em Meditação e Yoga Nidra do Sistema Satyananda Yoga/Bihar School -Índia: turma do Rio de Janeiro.
26 a 28 – Sadhana do Guru Poornima para iniciados – Casa do Guru.
28 – Celebração do Guru Poornima  – Casa do Guru.

OBSFiquem atentos ao local onde ocorrerá os eventos do Satyananda Yoga Center (SYC), Casa do Guru ou outras cidades. 

PARTICIPEM DE NOSSAS ATIVIDADES! 

HARI OM TAT SAT

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

III ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE SATYANANDA YOGA



Com alegria convidamos para o III Encontro Latino-americano de Satyananda Yoga, que acontecerá Brasil entre abril e maio de 2018. Os Encontros Latino-americanos têm como objetivo reunir e fortalecer os praticantes de Yoga da América Latina e proporcionar momentos de atualização profissional aos professores da tradição. Para isso, os encontros são realizados na forma de retiro e se dividem em duas partes: a primeira é aberta a todos os interessados, independentemente da sua experiência e conhecimento e a segunda parte é restrita aos professores e praticantes com experiência na tradição Satyananda Yoga.

O Primeiro Encontro foi realizado na Argentina, em 2016, e teve como tema a prática da meditação. O segundo, realizado no Uruguay em 2017, teve como tema a relação entre Psicologia e Yoga na primeira parte e a segunda parte abordou a prática dos Asanas.

O III Encontro Latino-americano está sendo organizado pelo Satyananda Yoga Center, Belo Horizonte e Ganapati Centro de Estudos e Práticas de Yoga. Será realizado no Distrito de Fazenda Souza, Caxias do Sul/RS, entre os dias 27 de abril e 01 de maio de 2018. O tema do encontro será o “Yoga e Modernidade: interface com saúde, educação e estilo de vida.” Nesse auspicioso encontro contaremos com a presença de: Swami Maitreyi Saraswati, Bihar school of Yoga, Munger, Índia; Swami Aghorananda Saraswati, Satyananda Yoga Center, Belo Horizonte, Brasil; e Representantes da Bihar School of Yoga da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Uruguay.




O encontro será dividido em duas partes:
* Parte I: Yoga e Modernidade: 18h de 27 de abril a 14h de 29 de abril de 2018, aberto a todos os interessados;
* Parte II: 17h de 29 de abril de 2018 a 01 de maio de 2018, restrito a professores e praticantes com experiência na Tradição Satyananda Yoga.

Local do Evento:
Murialdo Centro de Eventos e HospedagemRua Dante Marcucci, 5335, Fazenda Souza, Caxias do Sul - RS, Brasil.

A hospedagem é em quartos duplos ou triplos e a alimentação é vegetariana. 

Os interessados podem participar na primeira, segunda ou em ambas as partes do encontro. 
   
INVESTIMENTO:

Valores (US$)
Antecipado
(até fev/18)
Intermediário
(até mar/18)
Final
Apenas Retiro Yoga e Modernidade
190,00
220,00
270,00
Apenas Encontro Profs. e Praticantes
190,00
220,00
270,00
III Encontro completo (com -10%)
342,00
396,00
486,00
Valores (R$)
Antecipado
(até fev/18)
Intermediário
(até mar/18)
Final
Apenas Retiro Yoga e Modernidade
627,00
726,00
891,00
Apenas Encontro Profs. e Praticantes
627,00
726,00
891,00
III Encontro completo (com -10%)
1.128,60
1.306,80
1.603,80


OBS: Em caso de desistência o valor pago não será devolvido, mas o inscrito poderá indicar outra pessoa para participar no Encontro em seu lugar, sem custo adicional.

Para brasileiros o pagamento poderá ser realizado através de depósito bancário, em parcelas mensais iguais, desde que o valor total seja quitado até 20 de abril de 2018.

O pagamento poderá ser realizado também diretamente no Ganapati Centro de Estudos e Práticas de Yoga, em Caxias do Sul/RS (em cheque ou espécie).

Dados para depósito:
Banco Sicredi 7348
Agência 0202
Conta 23416-8
CNPJ: 28134965/0001-96

Para confirmar a inscrição é preciso preencher o formulário e lá anexar o comprovante do pagamento.
Se você tiver dúvidas, por favor entre em contato:

 Telefone: +55 54 3536-2348
Whats: +55 54 9.9975-3745  


SERÁ UM PRAZER TER VOCÊ COM A GENTE.

Fonte: http://www.ganapati.org.br/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...